Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação do IFSC (SEPEI)

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

AVALIAÇÃO DA COMPOSIÇÃO CENTESIMAL DE CASTANHA E CASCA DE BARU (Dipteryx Alata vog.)

RESUMO

O cerrado brasileiro possui uma gama de espécies frutíferas exóticas e nativas, como o Baru. A necessidade de valorização das espécies motiva o estudo do potencial tecnológico desses frutos. Diante disso, o objetivo deste trabalho foi realizar a caracterização nutricional da castanha e da casca de baru (Dipteryx Alata vog). Diante dos resultados obtidos, a castanha de baru apresenta alto teor lipídico (22,38 ± 0,37 g%) e proteico (31,80 ± 0,65 g%). Já a casca (1,79 ± 0,01 g%) apresenta baixo teor lipídico, entretanto, apresenta valor considerável de minerais (4,01 ± 0,24 g%) e proteínas (10,05 ± 0,37 g%). Portanto, o baru é um fruto com potencial de utilização de maneira integral, reduzindo assim, o desperdício dos alimentos.

Nome e CPF do acompanhante (discente ou servidor que viajará ao evento)

Arquivos

Área

DT 2 - Meio ambiente, tecnologias e os desafios à sustentabilidade no contemporâneo

Autores

EDUARDA LESSA DE ARAUJO DE SOUZA, WILLIAM GUSTAVO SGANZERLA, ANA LETÍCIA ANDRADE FERREIRA, GABRIEL BACHEGA ROSA, ANA PAULA LIMA VEECK


{{res.msg}}