Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação do IFSC (SEPEI)

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


TÍTULO

AÇAO DO ACIDO NAFTALENO ACETICO E METIL-JASMONATO NOS ATRIBUTOS FISICO-QUIMICOS E NA QUALIDADE DE AMEIXAS ‘LAETITIA

RESUMO

A cultura da ameixeira vem crescendo nas regiões oeste e extremo-oeste catarinense, apesar disso a cultura apresenta elevadas perdas na qualidade dos frutos, decorrentes do amolecimento, desintegração e escurecimento interno da polpa ocasionando perdas na comercialização. Diante disso têm se adotado estratégias para diminuir as perdas dos frutos. Dessa forma o objetivo deste trabalho foi avaliar a ação do metil-jasmonato e do ácido naftalenoacético na manutenção da qualidade e na conservação dos frutos de ameixa. Para isso ameixas ‘laetitia’ provenientes de um pomar comercial no município de catanduvas-SC foram tratadas com metil-jasmonato (MeJa) 10-4M e ácido naftalenoacético (ANA) 10-6M após a colheita, e armazenados em temperatura ambiente (25°C e Ura 80 a 85%) por 12 dias. Água destilada foi usada como controle. Após esse período os frutos foram avaliados quanto a severidade no escurecimento da polpa [ligthless(L)], firmeza da polpa e acidez titulável (%ácido málico). Frutos tratados com metil-jasmonato apresentaram menor escurecimento interno que os demais tratamentos. Frutos tratados com ácido naftalenoacético apresentaram resultado inferior quanto a firmeza de polpa e maior teor de ácido málico em relação aos demais tratamentos. Desta forma podemos inferir que metil-jasmonato reduz o escurecimento interno da polpa e o ácido naftalenoacético reduz a maturação do fruto.

Nome e CPF do acompanhante (discente ou servidor que viajará ao evento)

Arquivos

Área

DT 4 - Processos produtivos, tecnologias e tendências para o presente e o futuro

Autores

GUILHERME STEFANELLO, Aquidauana Miqueloto, Gabriel Dal Cin, Nair Cristiane dos Santos, Maria Wichoroski Thome


{{res.msg}}